Como podem a tradição e a inovação caminhar de mãos dadas no setor agroalimentar? Projeto da SHINE 2Europe lançou vídeo explicativo

A agricultura é frequentemente associada a algo tradicional, muito distante de soluções inteligentes e tecnologias de ponta. Mas, e se estes opostos caminharem de mãos dadas? O projeto GUARDIANS, do qual a SHINE 2Europe é parceira, lançou um novo vídeo para descrever essa jornada.

Num mundo ameaçado pelas mudanças climáticas, perda de biodiversidade e pressão de crescimento na indústria alimentar, os agricultores têm um papel crucial em perpetuar o conhecimento tradicional e as práticas agrícolas sustentáveis.

No entanto, a tradição infelizmente não é suficiente.

Para competir no mercado global, pequenas e médias explorações agrícolas e estruturas rurais precisam reduzir a lacuna tecnológica atual que as separa das grandes explorações. O projeto GUARDIANS, financiado pela União Europeia, tem como objetivo compreender os desafios enfrentados pelas explorações agrícolas e agricultores para capacitá-los por meio de um conjunto de soluções digitais e tecnológicas eficazes e centradas no ser humano. Vinte e dois parceiros de nove países estão envolvidos na jornada do GUARDIANS.

Para explicar mais sobre este projeto, o GUARDIANS lançou um novo vídeo que pode ser visto em https://www.youtube.com/watch?v=I5VDL8b4QYs&feature=youtu.be

O GUARDIANS orienta os agricultores para a integração de tecnologias e soluções digitais, preservando simultaneamente as comunidades locais e seus territórios, a fim de apoiar uma indústria alimentar sustentável.

Soluções digitais serão aplicadas em 4 áreas de teste (culturas aráveis, culturas lenhosas, pastagens para pastoreio de gado e agricultura regenerativa) e em seguida em 21 explorações: 7 em Espanha, 7 em Itália, 1 na República Checa e 6 na Suécia.

Os agricultores têm o poder de preservar a biodiversidade de seus territórios. Por esse motivo, o GUARDIANS irá projetar um quadro metodológico de cocriação e garantir uma abordagem multidisciplinar, integrando agricultores e atores agrícolas em todas as fases do projeto, bem como cientistas, técnicos e PMEs.

Além disso, a aceitação e envolvimento tecnológicos dos agricultores serão avaliados para garantir alinhamento entre os principais intervenientes e os objetivos do projeto.

À medida que os agricultores continuam a adotar tecnologias digitais inovadoras, o GUARDIANS aspira a promover novas abordagens agrícolas sustentáveis e possibilitar os impactos ambientais e sociais relacionados. Este é o futuro que o GUARDIANS quer construir.