89 pessoas nas sessões multiplicadoras portuguesas do Culture on Prescription organizadas pela SHINE 2Europe

A SHINE 2Europe tem trabalhado, nos últimos dois anos, no projeto Culture on Prescription, financiado pelo programa Erasmus+ da Comissão Europeia, juntamente com 7 organizações parceiras de outros seis países europeus. O projeto visa prevenir e combater o isolamento social e a solidão através da arte e da cultura.

À medida que o projeto se aproxima da sua conclusão, a SHINE organizou um evento multiplicador em Portugal, composto por quatro sessões, com o objetivo de disseminar e promover a replicabilidade e aceitação dos resultados do projeto. O evento foi organizado em colaboração com a Universidade NOVA de Lisboa (duas sessões) e a Escola Superior de Educação de Coimbra (duas sessões), onde os participantes tiveram a oportunidade de conhecer o projeto Culture on Prescription, a prescrição social e cultural e os resultados do projeto.

Oitenta e nove participantes assistiram às quatro sessões (52 presenciais e os restantes online) com entusiasmo pelos temas e pela abordagem do projeto. Foi consensual que a prescrição cultural pode melhorar a qualidade de vida em geral, especialmente para aqueles que estão sozinhos e isolados. Os participantes também observaram que os resultados do projeto servem como um bom ponto de partida para mudar as mentalidades relativamente à importância do envolvimento da comunidade.

A prescrição cultural envolve profissionais de saúde que encaminham indivíduos solitários e isolados (adultos mais velhos) para ofertas artísticas e culturais disponíveis localmente. Trata-se de uma intervenção social baseada em práticas de “prescrição social”, com o objetivo de “prescrever” experiências relacionadas com a arte, a cultura e as atividades sociais para reduzir o isolamento social e a solidão. Durante o projeto, os participantes aprenderam mais sobre cultura e envolveram-se em atividades culturais, melhorando as competências sociais, os sentimentos de pertença e de confiança e expandindo a sua rede de contactos e amigos.

Este projeto centra-se especificamente nas ofertas artísticas e culturais da Prescrição Cultural, uma vez que estas podem ter impacto em pessoas de todas as idades. A arte e a cultura podem afetar positivamente a saúde e o bem-estar individual, tanto a nível físico como mental. Sabe-se que a participação na arte e na cultura melhora a qualidade de vida dos envolvidos, sendo menos provável que as pessoas se sintam sozinhas, deprimidas ou stressadas do que as que não participam em tais projetos.

No início das sessões do Evento Multiplicador, foi pedido aos participantes que considerassem qual a atividade social que prescreveriam para melhorar a saúde mental de alguém e porquê. Muitas respostas referiam-se a atividades culturais e ao ar livre, o que confirma que o tema principal do projeto teve eco junto do público. Assim, foi discutida a metodologia da prescrição social e a ligação entre arte, cultura e melhoria da qualidade de vida.

Durante a apresentação, foi dada especial atenção à área dos formadores e ao kit de formação (dois dos principais resultados do projeto). Os participantes ficaram a conhecer melhor o currículo europeu e os materiais disponíveis para os formadores. Um participante manifestou a intenção de se tornar um formador na sua aldeia e de recrutar o apoio da sua mãe (que é uma adulta mais velha) para atuar como elemento de ligação e promover atividades culturais na sua comunidade. Noutra sessão, foi dada especial ênfase à avaliação e à forma de avaliar os benefícios da prescrição social e cultural. Os participantes estavam muito interessados em saber melhor como decorreram os projetos-piloto e como a metodologia pode ser posta em prática.

Para mais informações sobre o projeto Culture on Prescription e para se juntar à comunidade que discute a prescrição cultural e o seu impacto no combate à solidão e ao isolamento social, visite o site: https://culture-on-prescription.eu/ e ligue-se à comunidade EPALE – https://epale.ec.europa.eu/en/private/culture-prescription.